Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

26
Nov14

Uno com o Todo (Um vs Mundo – 5)

Publicado por Mil Razões...

Arvores.jpg

 

E há o momento em que tudo muda, já nada mais será como sempre foi... 

O medo assalta-nos porque desprotegidos estávamos, vivíamos na inocência de que tudo é comandado por nós, pelas nossas certezas, pelos nossos sonhos.

O futuro reinava no agora, tudo era dado como certo, tudo estava planeado ao pormenor, pouco falhava. Tínhamos mais uma vez o nosso ego a criar a mais bela história de encantar e acordados sonhávamos na esplendorosa ilusão sustentada pela mentira de que tudo sabemos.  Mas na verdade nada sabíamos, caminhávamos e respirávamos na inocência de que tudo é macio e de que nada de errado nos aconteceria... Até que a vida nos volta a ensinar que a ilusão de que tudo é idílico é a maior catástrofe a que estamos sujeitos. E somos envolvidos na desilusão... Em vez de sangue nas veias corre veneno que corrói todo o nosso interior, sentimos o murchar dos nossos órgãos tal e qual uma tempestade que se abate sobre um lindo lugar onde tudo estava aparentemente ordenado. A beleza está agora embaciada e lá no fundo uma pequena luz ténue insiste em brilhar, a chamada Fé. Bênção com que somos presenteados na condição de humanos, nunca a perderemos enquanto respirarmos, é tão certa a sua existência como o bater do nosso coração. E é com esta luz quase apagada que renasceremos para restaurar todos os danos que causamos ao nosso templo, durante o tempo que precisamos para acreditar que tudo aconteceu para, mais uma vez, termos a oportunidade de usar a força da criação.

Sem dúvida que nos vamos levantar e mediremos o tamanho da nossa força, se esse novo renascer for feito sem muletas, sem ajuda externa, só com a ajuda das nossas capacidades interiores. 

Só com o controle dos pensamentos e com a purificação do orgulho, da mentira, do apego, da raiva e muito mais fragilidades que escondem as lindas potencialidades que vivem sempre connosco, como o Amor, a humildade, a entrega, a aceitação é que será possível não cair na tentação das fraquezas que nos levam à ilusão. 

Tudo foi criado por nós em alguma altura da nossa existência e só acreditando que é assim o processo de crescimento da Alma é que seguiremos na direção da união com Deus, só na pura humildade e aceitação de que erramos porque estamos a aprender é que seremos dignos de voltar novamente a casa. Perfeitos, celestes, luminosos, vazios na leveza da personificação.

Na verdade somos todos Um só, neste Mundo em que habitamos, todos trabalhamos para uma Essência única e por isso cada um de nós representa um pontinho dessa grande e majestosa manifestação que, humanos que somos, não conseguimos identificar.

E Lá na Fonte inesgotável de Amor, Luz e Energia Divina, tudo é meticulosamente ordenado e para nós, Povo do planeta Terra, é-nos enviada uma leve fragrância do sublime aroma do que se respira no "Paraíso", mas só os que estão despertos é que serão abençoados por tal "relíquia".

 

Joana Pereira

 

Porto | Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Recomendamos | Filmes

 

 

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Marisa Fernandes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Novembro 2014

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eu tenho certesa que sinto isso quando penso na Mi...

  • Anónimo

    Confio também em Deus e sei que ele tudo pode faze...

  • Anónimo

    Quando uma pena descreveuma prece rumo ao Céu,ao s...

  • Teresa Teixeira

    Pois. Há sempre um modo de disfarçar cicatrizes, o...

  • Teresa Teixeira

    Beijinhos para quem quer que seja - que me conheça...

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde