Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

05
Jan15

Uma questão de raça (Racismo – 2)

Publicado por Mil Razões...

FamiliaTresRacas.jpg

 

Racismo é palavra que me soa a arcaísmo, palavra em desuso que nunca deveria ter sido inventada. Mas é ingenuidade minha pensar assim, uma vez que é um tema que continua a passar nos telejornais (e um pouco por todo o mundo, sem que o Mundo saiba).

Fui saber: no dicionário, racismo é definido como uma teoria que defende que uma raça é superior às outras e, por isso, julga ter o direito de oprimir, inferiorizar ou até mesmo dizimar as outras.

Para quem, como eu, abomina a ideia de que alguém seja capaz de discriminar outrem pelo seu tom de pele, pela sua etnia, pelas suas diferenças físicas ou culturais, não há nada de novo que eu possa acrescentar.

Mas, para quem persiste neste pensamento (e possível comportamento), eu convido a realizar o seguinte exercício:

Pensa nalguém que amas muito. O teu pai ou a tua mãe. O teu filho ou filha. O teu namorado(a) ou esposo. A noite termina com um beijo de despedida e um “até amanhã”. Dormes. Acordas e vais rever essa pessoa, dar-lhe “os bons dias”. E quando a encontras, vês que a pessoa que amas amanheceu com a pele castanha. Ou com os olhos rasgados. Ou com uma indumentária nada caraterística. Ou com um novo sotaque.

O que acontece ao amor que tens por ela? Como a vais tratar daqui por diante? É a pessoa que tu amas, é a mesma pessoa de sempre, só que está diferente.

E, terminado o exercício, talvez percebas (como eu gostaria!) que ser diferente por fora não muda o quanto nos parecemos todos por dentro. E que ser diferente não é ser inferior ou menos válido. E que todos pertencemos à mesma raça: a humana.

 

Sandrapep

 

19 Comentários

Comentar Artigo

Porto | Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Marisa Fernandes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Janeiro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    ...bem me parece...

  • alguém

    " há duas razões para não termos confiança nas pes...

  • Anónimo

    Olá, Boa tarde.Gostei muito deste artigo.Rebeca Ma...

  • Anónimo

    M. Teixeira, a sabedoria está em encontrar o ponto...

  • Anónimo

    O que é muito significativo - quando se perde a Co...

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde