Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

25
Set09

Muito riso

Publicado por Mil Razões...

 

 

Rir…

Rir à gargalhada, rir até perder o fôlego.
Deixarmo-nos invadir por um dos melhores remédios - rir: até chorar, até deixar de sentir os músculos, até perder a noção do ridículo!
Sentir todo o corpo a dançar ao som das melodiosas e infindáveis gargalhadas! Deixar as endorfinas invadir a nossa mente e ficarmos completamente inebriados.
Rir de nós próprios, com os outros e sobre os outros.
Soltar sons, como pássaros que anunciam a primavera, dar a conhecer o nosso contentamento, a nossa alegria ou a nossa momentânea euforia.
Rir…
Rir porque sentimos o sabor da vitória, encontramos alguém especial, ou porque perdemos um vício!
Rir para celebrar a vida e cada minuto da nossa existência, para festejar o que de muito ou pouco um dia nos traz.
Mas rir, sorrir e sentir que o universo se ilumina quando nos rimos. Saber que o mundo se transforma quando as nossas gargalhadas invadem os espaços, vazios ou cheios, pequenos ou grandes.
Rir porque se despertou do coma! Deixar que as piadas e com as piadas nos façam sentir a vida a percorrer nas nossas veias.
Rir faz bem! Rir cura! Rir é necessário para manter o equilíbrio mental! Rir protege-nos de envelhecer e de ser amargo!
Rir alto, tão alto para que nunca possamos esquecer que o riso é uma das melhores coisas da vida!
E nunca, nunca parar de rir mesmo quando a vontade não exista ou tenha desaparecido.
Riam - é gratuito, não dói e sabe tão bem.

Susana Cabral
 

Porto | Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Abril 2018

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    No tempo que é sempre o mesmo, o partir e chegar é...

  • Anónimo

    Diante da morte, diante de um suicida perante a mo...

  • S.

    Há o silêncio da sombra de duas pessoas falando.....

  • Alexandra Vaz

    Um abraço, de alma cheia. Beijinhos, Teresa.

  • Teresa Teixeira

    Sei tão bem disso. Sim, que escrever cura. Mesmo a...

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde