Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

05
Ago19

Despir o medo (Dor – 10)

Publicado por Mil Razões...

Writing - Free-Photos.jpg

Foto: Writing - Free-Photos

 

Sento-me para escrever na minha cozinha, noite dentro, enquanto a minha cadela se agita no seu sono de bebé. Num dia em que assuntos importantes foram resolvidos, o que me trouxe um profundo alívio, entristece-me esta angústia que me acompanha e me impede de respirar fundo. Deixo que a visão da pequenina me traga a serenidade que ainda não fui capaz de sentir. Preciso de mim para mim e não consigo atinar com a minha pessoa. As coisas pendentes impedem-me de avançar. Sinto-me estagnada, numa bolha de irrealidade, fruto daquilo que está ao meu alcance fazer e não faço. Não basta cumprir os mínimos olímpicos para a sociedade, a entidade patronal, as finanças e outras “sagradas instituições” nos deixarem em paz, para sermos felizes. Não, não basta. Não quando permanece esta sensação de incompletude, de faltar algo em nós a que pertencemos (mais do alguma vez nos pertencerá), uma dor crónica na alma, invisível para os demais.

 

O que a vida traz porque traz - e traz a todos nós, aprendi com o tempo a aceitar, sem questionar. Contudo, as circunstâncias dramáticas que não posso escolher (as tais que a vida traz porque traz), as perdas, os lutos, as doenças, não as contesto. Choro-as, escrevo-as, grito-as, danço-as, mas não lhes pergunto porque chegaram ou porquê a mim. Preciso de toda a minha força para as enfrentar, para lhes sobreviver, para saber que existe um dia seguinte. Para acreditar. Mas o que é da minha responsabilidade e não faço, pesa-me como uma albarda. Estou nesse lugar agora. De profunda desilusão comigo própria pela minha incapacidade em dar o único passo que me separa da minha realização pessoal. E saber que isto já só depende de mim. Não é o fim de nenhuma linha mas o começo de uma linda caminhada que gostaria que fosse longa. Em vez disso, estou aqui, na antecâmara dos meus sonhos tornados realidade, com a mão na maçaneta, ad aeternum. As circunstâncias vão e vêm, outras agudizam-se e eu permaneço neste lugar de dor e frustração, incapaz de agir por mim. Sucumbo a uma angústia que me rouba o chão e a autoconfiança e, quanto mais o tempo passa, mais esta dor exige ser sentida. Hoje, pesa demasiado e não quero perder-me nela. Não posso. Por agora, fico aqui, a ver a pequenita dormir. Quero lembrar todas as coisas pelas quais sou grata e repetir, até acreditar, que um dia vou ser capaz de despir o medo e caminhar segura.

 

Alexandra Vaz

 

Porto | Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Recomendamos | Filmes

 

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Marisa Fernandes

> Rui Duarte

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Agosto 2019

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D

Comentários recentes

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde