Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

28
Jul17

Fazer diferente (Pesadelo – 11)

Publicado por Mil Razões...

Girl-JerzyGórecki.jpg

Foto: Girl – Jerzy Górecki

 

Um pesadelo é um sonho assustador que pode causar ansiedade e sensações muito desagradáveis. Mas também designa, na linguagem corrente, algo “que nem em sonhos” gostaríamos que nos acontecesse.

 

Foi nesta linha de pensamento que resolvi questionar algumas pessoas com que convivo sobre qual seria o seu maior pesadelo. Tive respostas diversas, desde ficar na falência, ficar sem caminhar, perder o juízo, ficar na solidão, etc. Mas a resposta mais comum foi perder alguém que se ama.

Interessante, porque aqueles que disseram que o seu pior pesadelo seria perder uma pessoa amada, são precisamente aqueles que nunca têm tempo para estar com quem amam. Porque trabalham, porque viajam, porque nunca pensam que realmente o tempo tem um fim. Então, um pesadelo, seja um sonho ou apenas um medo aterrador, pode ter um lado muito luminoso. Lembra-nos o que não se pode controlar. Mas mostra também o que se pode fazer para minimizar o efeito.

 

Um professor que tive há muitos anos dizia: “Onde está o teu pior medo? Ali? Então é nessa direção que tens que ir.”. O pior pesadelo poderá ser olhar para o passado e saber que se podia ter feito diferente.

 

Sara Almeida

 

Porto | Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Marisa Fernandes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Julho 2017

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    ...bem me parece...

  • alguém

    " há duas razões para não termos confiança nas pes...

  • Anónimo

    Olá, Boa tarde.Gostei muito deste artigo.Rebeca Ma...

  • Anónimo

    M. Teixeira, a sabedoria está em encontrar o ponto...

  • Anónimo

    O que é muito significativo - quando se perde a Co...

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde