Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

01
Dez13

Praça da Liberdade (Liberdade – 5)

Publicado por Mil Razões...

 

“Liberdade, liberdade, quem a tem chama-lhe sua.”

Proferidas estas palavras, quase um aforismo, sem me deter muito nelas, são uma frase feita que, de tantas vezes repetida, é aceite sem mais.

Mas, e se parar para pensar um bocadinho? Hum…, pois é.

 

Temos no Porto uma como que sala de estar dos portuenses, sala de visitas principal para quem nos visita, turistas ou pessoas em negócios, portugueses e estrangeiros, cada vez mais. É a Praça. Ponto.

 

Nela passamos de carro, a pé, de autocarro, até de elétrico. A correr para o comboio. Nela paro e converso, paro e olho para a monumentalidade granítica dos Aliados. Aqui estou à vontade, no meio do grande movimento, com tantas pessoas e veículos, que não se atropelam, sabem que devem parar no semáforo; sabem que têm direito a avançar no semáforo. Todos têm condições para se entender. E entendem-se.

 

Vamos para lá tantos, todos, festejar o S. João, mas também é para lá que vão muitos protestar contra aquilo de que não gostamos ou apelando para que se corrija o que se acha que está mal. Nestas ocasiões não há semáforos. Depois volta a haver.

 

É a Praça. A nossa Praça!

 

Por vezes passam-se tempos sem que precisemos de lá passar, parece que nem nos lembramos dela. Mas se e quando nós não a percorremos, há sempre, todos os dias, milhares de pessoas a utilizá-la, que usufruem da Praça. Ela está disponível, acessível e a servir de placa giratória para tantos destinos. Tem sido estimada, embelezada, modernizada, atualizada. Não é sempre a mesma, mas está lá.

Ai de quem nos tire a Praça da Liberdade, é a nossa Praça. Sem ela, o Porto continuará a ser o Porto, mas diferente, amputado, menos livre.

 

Eu tenho liberdade e devo chamar-lhe minha, é a base, o fundamento da minha maneira de viver. Sem liberdade não sou inteiro. Sem liberdade sou menos íntegro.

 

Adaptando: a liberdade é a minha praça.

 

Jorge Saraiva


Porto | Portugal

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Recomendamos | Filmes

 

 

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Inês Ramos

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Marisa Fernandes

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Dezembro 2013

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    Eu tenho certesa que sinto isso quando penso na Mi...

  • Anónimo

    Confio também em Deus e sei que ele tudo pode faze...

  • Anónimo

    Quando uma pena descreveuma prece rumo ao Céu,ao s...

  • Teresa Teixeira

    Pois. Há sempre um modo de disfarçar cicatrizes, o...

  • Teresa Teixeira

    Beijinhos para quem quer que seja - que me conheça...

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde