Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

12
Fev13

Aprendizagem (O que fazer? – 13)

Publicado por Mil Razões...

 

O que fazer quando vemos um animal ferido à beira da estrada?

O que fazer quando passamos de carro por uma idosa que caminha à chuva?

O que fazer quando nos sentimos tão sozinhos e abandonados?

O que fazer quando já passamos por tantos amores que já não acreditamos mais?

O que fazer perante a violência sobre os menores e os idosos?

O que fazer perante a fome de meio mundo, sabendo do esbanjamento do outro meio mundo?

O que fazer quando não gostamos nem concordamos com o nosso sistema político?

O que fazer quando muitos trabalham e não têm tempo de estar com os filhos, proporcionando rendimentos mínimos a quem nada faz?

O que fazer quando não se tem rendimentos suficientes para se ter uma vida digna de um ser humano? E o que é uma vida digna de um ser humano? Sentimos muitas mais necessidades do que aquelas que realmente precisamos? Possivelmente sim…

São tantos os “o que fazer?” que nunca mais sairia daqui…

O objetivo da vida é mesmo esse: a aprendizagem.

E é através do questionamento que recolhemos cada vez mais informações para que, no momento necessário, tenhamos um “modus operandi” na situação em causa…

Por outro lado, há muitos “o que fazer?” que realmente não têm resposta, ou só a teremos na situação propriamente dita… Porque, por exemplo, se é fácil apontarmos soluções ou o dedo aos dirigentes mundiais, é difícil chegarmos lá e operacionalizarmos o plano… Não fazemos a mínima ideia da pressão e dos lobbies a quem eles têm forçosamente de “obedecer”, caso contrário, humanos sofrerão… E o que fazer?

 

Ana Lua

2 Comentários

  • Sem imagem de perfil

    Ana Lua 14.02.2013

    Olá Samuel Prado,
    Muito obrigada pelo seu comentário!
    Pois... não fazemos a mínima ideia se é assim... mas só e apenas pelo que vão falando ou pelo que vai saindo por trás das cortinas... Pelo menos essa é a perspectiva que chega até mim!...
    Podem ter que obedecer sim... ou porque é que eles não mexem com certos lobbies? Só pelo ganho individual ou porque não deixam?...
    Acho que só uma vez lá dentro para se perceber os meandros da "coisa"...


  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Porto | Portugal

    Subscrever por e-mail

    A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

    Equipa

    > Alexandra Vaz

    > Cidália Carvalho

    > Ermelinda Macedo

    > Fernando Couto

    > Inês Ramos

    > Jorge Saraiva

    > José Azevedo

    > Maria João Enes

    > Marisa Fernandes

    > Rui Duarte

    > Sara Silva

    > Sónia Abrantes

    > Teresa Teixeira

    Calendário

    Fevereiro 2013

    D S T Q Q S S
    12
    3456789
    10111213141516
    17181920212223
    2425262728

    Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    14. 2018
    15. J
    16. F
    17. M
    18. A
    19. M
    20. J
    21. J
    22. A
    23. S
    24. O
    25. N
    26. D
    27. 2017
    28. J
    29. F
    30. M
    31. A
    32. M
    33. J
    34. J
    35. A
    36. S
    37. O
    38. N
    39. D
    40. 2016
    41. J
    42. F
    43. M
    44. A
    45. M
    46. J
    47. J
    48. A
    49. S
    50. O
    51. N
    52. D
    53. 2015
    54. J
    55. F
    56. M
    57. A
    58. M
    59. J
    60. J
    61. A
    62. S
    63. O
    64. N
    65. D
    66. 2014
    67. J
    68. F
    69. M
    70. A
    71. M
    72. J
    73. J
    74. A
    75. S
    76. O
    77. N
    78. D
    79. 2013
    80. J
    81. F
    82. M
    83. A
    84. M
    85. J
    86. J
    87. A
    88. S
    89. O
    90. N
    91. D
    92. 2012
    93. J
    94. F
    95. M
    96. A
    97. M
    98. J
    99. J
    100. A
    101. S
    102. O
    103. N
    104. D
    105. 2011
    106. J
    107. F
    108. M
    109. A
    110. M
    111. J
    112. J
    113. A
    114. S
    115. O
    116. N
    117. D
    118. 2010
    119. J
    120. F
    121. M
    122. A
    123. M
    124. J
    125. J
    126. A
    127. S
    128. O
    129. N
    130. D
    131. 2009
    132. J
    133. F
    134. M
    135. A
    136. M
    137. J
    138. J
    139. A
    140. S
    141. O
    142. N
    143. D
    144. 2008
    145. J
    146. F
    147. M
    148. A
    149. M
    150. J
    151. J
    152. A
    153. S
    154. O
    155. N
    156. D

    Comentários recentes

    Ligações

    Candidatos a Articulistas

    Amigos do Mil Razões...

    Apoio emocional

    Promoção da saúde