Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

20
Abr16

Responsabilidade Universal (Responsabilidade - 9)

Publicado por Mil Razões...

Buddhism-HoneyKochphonOnshawee.jpg

Foto: Buddhism – Honey Kochphon Onshawee

 

A tradição budista defende a ideia de Responsabilidade Universal. É uma noção simples, que defende a possibilidade de todo o ser humano ter uma natureza gentil e pacífica. Essa natureza bondosa, tantas vezes distorcida pelo ambiente em que se foi criado e até pela natureza das ações Kármicas, não pode ser totalmente destruída. Assim como não se pode destruir a ideia do ser humano precisar do outro. Não só por questões emocionais mas também para poder sobreviver. Ora, é precisamente a partir desta base que surge a necessidade de haver maior noção e fortalecimento da Responsabilidade Universal.

 

Como tornar-me então, mais Responsável Universal?

- Procurando criar mais serenidade interior. Desenvolvendo equilíbrio interno. Torna-se mais fácil nutrir sentimentos de paz e compaixão com os outros.

- Desenvolvendo respeito pelo ambiente no qual estou inserida. Respeito pelos seres vivos, pela natureza, pelos recursos que tenho ao dispor e não utilizo.

- Sentindo-me responsável pela minha felicidade e pela felicidade dos outros. Perceber que a felicidade não é um produto que pode adquirir-se numa loja, mas sim ser conquistada por gestos simples. Sorrir, ser gentil, ter capacidade de compreender que se alguém me ofende é porque, provavelmente, essa pessoa está ferida. Ser tolerante.

É essa a Responsabilidade Universal.

 

No fundo, é ser egoísta. Pois quem cuida do outro e do ambiente, cuida de si mesmo. Desenvolve sentimentos de paz interior.

Ser Responsável Universal é perceber que Dar é, na verdade, Receber.

 

Sara Almeida

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • marta

    ...e o pesadelo continua...

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

  • Anónimo

    Oh, minha querida. Nunca saberei a dimensão da tua...

  • Anónimo

    Ana, deve ser tão difícil...a experiência de morte...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde