Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

22
Fev16

Os meus botões (Eu - 3)

Publicado por Mil Razões...

AssortedButtons-PeterGriffin.jpg

Foto: Assorted Buttons – Peter Griffin

 

Será de mim, ou os dias cinzentos deixam-nos cinzentos?

Vestimos roupas com cores mais mortas, falamos com menos euforia, pensamos e repensamos na vida e em como ela é triste...

Pensamos se estamos a seguir os nossos sonhos ou a ir com a maré.

E sofremos… Sofremos porque alguém está longe, porque está a chover e não podemos fazer nada que não seja ficar em casa a fazer alguma coisa.

Sofremos também porque continuamos a pensar e descobrimos que somos alguém que não queremos ser e não temos energia para pensar no nosso Eu verdadeiro pois não temos o sol para nos dar essa energia.

Então, olhamos para os botões e falamos com eles… Decidimos que são eles os nossos melhores amigos e ouvintes nos dias cinzentos.

Pegamos no botão vermelho e pensamos: “Este sou eu quando estou romântico.”.

Olhamos para o botão verde e afirmamos sem dúvidas: “Assim fico eu quando estou enjoado!”.

O botão amarelo sugere-nos: “Que inveja que eu tive naquele dia…”

O carinho de um beijo é relembrado ao pegar no botão rosa e recordamos: “Eu estava tão bem!”.

E assim continuamos, a pensar nos botões e no que eles conseguem fazer com o meu Eu.

 

Sónia Abrantes

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Calendário

Fevereiro 2016

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
2829

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

  • Anónimo

    Oh, minha querida. Nunca saberei a dimensão da tua...

  • Anónimo

    Ana, deve ser tão difícil...a experiência de morte...

  • Paulo Das Neves

    Alucinante e envolvente...muito bom!

  • Teresa Teixeira

    Marta. Esse seu comentário foi tão ao fundo da rev...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde