Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

18
Jul16

O sentido irreversível da vida (Irreversível – 8)

Publicado por Mil Razões...

Girl-AdinaVoicu.jpg

Foto: Girl - Adina Voicu

 

No tempo e no espaço em que nos situamos, a nossa vida percorre o seu caminho num sentido irreversível. Para uns, é mais longa; para outros, é mais curta. Para todos, porém, atingindo o seu limite que lhes é imposto pela própria “Natureza” não volta para trás. É assim a essência da vida! Já diz a sabedoria do povo que “a primavera volta sempre, mas a mocidade não volta mais”, refletindo-se neste pequeno aforismo popular o caráter irreversível da vida. O relógio do tempo - se assim podemos considerar - que marca as várias fases da nossa vida, não para até atingir o seu limite. O presente sai do passado, o futuro sairá do presente. É a razão de viver no espaço que chamamos Terra, num tempo que é sempre o mesmo, por onde passa a nossa vida. Nele, passamos e vivemos com tudo o que nos é inerente, nesse tempo que é infinito, mas limitado temporalmente para todos nós. Todas as coisas naturais da vida, consideradas como naturais, ocorrem sempre num só sentido, numa direção irreversível, sendo por isso fácil reconhecer a ordem temporal com que acontecem. As ações irreversíveis são muito comuns na “Natureza”, pelo que devemos saber compreendê-las e aceitá-las, pois só assim estaremos no caminho certo da vida. Em contraposição, as atitudes de todos nós, enquanto dependentes do nosso arbítrio ou da nossa vontade, poderão, na maioria das vezes, ser revertidas quando assim se justifique e contribua para a afirmação da dignidade humana. É com base neste princípio e quando estão em causa os valores fundamentais da sociedade, que, sendo possível, devemos saber recuar, voltar ao princípio para corrigir as nossas atitudes e as nossas ações.  

 

José Azevedo

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Calendário

Julho 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

  • Anónimo

    Oh, minha querida. Nunca saberei a dimensão da tua...

  • Anónimo

    Ana, deve ser tão difícil...a experiência de morte...

  • Paulo Das Neves

    Alucinante e envolvente...muito bom!

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde