Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

15
Jun15

O “papel” da nossa vida (Dinheiro – 13)

Publicado por Mil Razões...

MascarasELivros-TaliaFelix.jpg

Foto: Máscaras e Livros – Talia Felix

 

Sonhos, motivações, aspirações, desejos, vontades, expectativas… O que nos move?

Há em cada um de nós uma vontade que nos impele a alcançar os nossos objetivos.

Em todos os dias da nossa vida, falamos e vivenciamos as coisas que influenciam a nossa personalidade, a essência daquilo que realmente somos. Há quem se foque essencialmente na perfeição que buscamos e na imperfeição que tanto odiamos. Mas o que realmente nos move é a incessante busca pela felicidade.

Felicidade esta encontrada no realizar dos nossos sonhos, no concretizar das nossas aspirações, no satisfazer dos nossos desejos, no contentar das nossas vontades, no atingir as nossas expetativas…

Existem vários caminhos para encontrar a dita felicidade. Para muitos, um simples gesto, um sorriso, uma palavra amiga é o suficiente. Mas para outros, só o dinheiro é capaz de a trazer. É muito comum associar o dinheiro à felicidade, àquilo que podemos ter com um simples punhado de notas no bolso, com um simples “papel” que nos abre portas a mundos cuja entrada é proibida caso o dinheiro não exista.

Mas será mesmo o dinheiro a resposta para aquilo que nos traz felicidade? Será o dinheiro capaz de permitir que mais facilmente se alcancem os objetivos e metas da nossa vida?

É verdade que o dinheiro é um atalho para alcançar inúmeras metas… simplifica caminhos e viabiliza experiências únicas. Mas será o dinheiro capaz de comprar as coisas mais básicas da nossa vida?

Com dinheiro pode comprar-se uma casa… mas não um lar! Com dinheiro pode comprar-se um livro… mas não o conhecimento! Com dinheiro pode comprar-se um relógio… mas não o tempo! Com dinheiro pode comprar-se pessoas… mas não amigos! Com dinheiro pode comprar-se um novo sorriso… mas não a felicidade!

Cada um de nós tem nas suas mãos o poder para decifrar aquilo que o move e que lhe traz felicidade. Se o que nos move é o papel… que seja o papel que desempenhamos no teatro da vida…

 

P. Melo

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Ana Bessa Martins

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Leticia Silva

> Maria João Enes

> Miriam Pacheco

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Comentários recentes

  • Alexandra Vaz

    Obrigada eu, pela partilha. Forte abraço.

  • Anónimo

    Obrigada pelo seu contributo nesta empreitada de d...

  • Anónimo

    Uma pincelada de amarelo, pelo respeito de quem de...

  • Anónimo

    Mais um texto que mexeu comigo. Maravilhoso. Obrig...

  • Mil Razões...

    As redes sociais não são uma ajuda clínica. Quando...

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde