Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

13
Mar15

Mito ou realidade? (Profissão – 12)

Publicado por Mil Razões...

ToqueNoEcran.gif

 

- Tens de ir para a escola, ser bom aluno, para teres notas que te habilitem a entrar numa boa universidade, num curso que depois te dê um bom salário e possas, assim, construir uma carreira.

- Excelente! Obrigadinha, ah!!”

Era mesmo isto que eu, enquanto jovem sonhadora, com a mente ainda pouco formatada, cheia de energia e vontade de fazer coisas, precisava ouvir.

Eu sei que temos dificuldade em lidar com a volatilidade, em aceitar o incerto, mas francamente… Não que eu tenha alguma coisa contra ir para a escola, tirar um curso universitário, ou ter sucesso num determinado percurso de carreira. Tudo isso é muito positivo e salutar, tanto para a pessoa humana, como para a sociedade. Mas convenhamos… temos de usar o nosso senso crítico para pensar nas coisas. Sobretudo se é do nosso futuro que estamos a falar. E mais: sem pensar criticamente, sem construir raciocínios sustentados, não conseguimos ampliar a nossa visão do que será o futuro, concretamente o futuro laboral.

Vamos aos factos. O que é que nós já sabemos empiricamente:

- que precisamos de ter um trabalho que nos pague as contas;

- que devemos procurar (leia-se capacitar-nos para) a autossuficiência financeira para não dependermos de pais, de subsídios, ou do Estado;

- que, contrariamente ao que acontecia há algumas décadas, temos previdência social, defendendo direitos em casos de deficiência, entre outros casos;

- que a legislação laboral visa a proteção dos trabalhadores, procurando, em sua essência, manter a dignidade nas relações entre empregadores e empregados;

- que hoje podemos aprender qualquer coisas e, portanto, desenvolver qualquer competência;

- que hoje vivemos na era do empreendedorismo, da gestão por projeto, do networking, das redes sociais, dos negócios online, das parcerias, da inovação em todas as áreas funcionais e de negócio.

Saber o que será o futuro do trabalho, para alguns, poderá funcionar como uma espécie de futurologia, para outros, é um exercício habitué de observação, de antecipação, não só de quais serão as necessidades futuras, mas da coragem de construir, com a profissão, a realidade que queremos, mesmo que isso implique quebrar as regras, mesmo que isso implique sentir borboletas no estômago, na peregrinação diária de fazer diferente.

 

Marta Silva

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Calendário

Março 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

  • Anónimo

    Oh, minha querida. Nunca saberei a dimensão da tua...

  • Anónimo

    Ana, deve ser tão difícil...a experiência de morte...

  • Paulo Das Neves

    Alucinante e envolvente...muito bom!

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde