Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

10
Mai17

Encontro de duas liberdades (Amor – 17)

Publicado por Mil Razões...

Romance-SasinTipchai.jpg

Foto: Fatigued – Sasin Tipchai

 

Por alguma razão, quem melhor escreve sobre o Amor são os poetas. Porque só as mais belas palavras, metáforas e seres sensíveis originam a melhor mistura para se descrever o indescritível. Como nascer num país de poetas não faz de mim uma poetisa, apenas vou escrever o que eu sinto que é o Amor. E aqui refiro-me ao amor entre dois seres, não necessariamente Amor de casal.

 

- Amor é equilibrar o conceito de espaço. É permitir estar-se perto o suficiente para estar e longe o suficiente para ver o outro na sua totalidade, sem apego, sem forçar.

- Amor é liberdade. É permitir que o outro seja, e não quem nós queiramos que o outro se torne.

- Amor é confiança. É aceitar que o medo de perder, de ser trocado, é apenas posse pelo outro. O amor não se tem. Sente-se.

- Amor é aceitar. Aceitar o que se recebe, sem querer nada em troca, sem comparar, sem exigir. Quem ama, recebe.

- Amar é mudar. A partir do momento em que se ama alguém, não se é mais igual, pois sente-se mais amor.

 

Amar não é perder a si mesmo. Mas sim encontrar-se.

Como disse um poeta “o Amor é o encontro de duas liberdades”!

 

Sara Almeida

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Calendário

Maio 2017

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    A realidade de tantos e tantos...

  • Teresa Teixeira

    Obrigada. É só o que me apetece dizer, agora. E nã...

  • Cidália Carvalho

    Rui Duarte, não peça desculpas por entender que o ...

  • Anónimo

    Exatamente! E esse respeito passa também por serem...

  • Anónimo

    Obrigado pela sua resposta ao meu comentário Teres...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde