Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

25
Mai15

Efeito bumerangue (Dinheiro – 4)

Publicado por Mil Razões...

Boomerang.jpg

 

Será de mim ou assim o ganho e assim o gasto?

Mesmo que não queira, ele teima em desaparecer.

Por mais que aperte os cordões e feche os fechos todos, ele insiste em escapar-se!

E, o pior, é que nem sei muito bem para onde!

Depois de vários anos a poupar, a sacrificar vontades e desejos, opto por ver nisto uma situação cómica.

Trabalhar para aquecer, alguém diria…

Faria sentido se vivêssemos num país frio, mas temos a felicidade de viver num paraíso à beira-mar plantado, onde tudo é em grande: o sol, a praia, o turismo, as esplanadas, os impostos…

Sim, os impostos são o que dão o efeito bumerangue ao dinheiro que ganho com o suor de todos os dias da semana.

Exagero?

Nem por isso…

Justo?

Nem sei bem…

Gratificante?

Nada!

Ah, e tal, o que importa é gostarmos daquilo que fazemos! Felizes aqueles que amam o seu trabalho, que fazem aquilo de que gostam. Sim, são felizes enquanto o fazem, mas quando fazem contas ao que têm que pagar, parte dessa felicidade é gasta e vai junto com o dinheiro.

Por isso, ou gostamos de jogar com o bumerangue e trabalhamos, recebemos e pagamos por receber e trabalhar, ou mais vale ficar quieto e não ganhar nem gastar, pois rende o mesmo financeiramente.

Real?

Sim.

A longo prazo?

Penso que não, mas a curto prazo gostava de ter alguma estabilidade que não é possível com este efeito de vem e vai.

 

Sónia Abrantes

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Calendário

Maio 2015

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    estou me sentido muito mal com td isso parece que ...

  • Fernando Couto

    Como se não nos bastassem os pesadelos criados pel...

  • marta

    ...e o pesadelo continua...

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde