Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

25
Nov15

Carregas o mundo nos ombros (Medo – 5)

Publicado por Mil Razões...

PensiveBaby-AmyQuinn.jpg

Foto: Pensive Baby – Amy Quinn

 

O dia é de sol – luz e calor – mas o teu ânimo adequa-se mais a uma noite de inverno, tenebroso e escuro.

Preencho-te de beijos, abraços, mimos, colo. Quero fazer-te sentir especial, amado, protegido. Dar-te tudo aquilo que realmente importa. E tu queres, precisas e gostas. Mas não chega. Não chega para te fazer feliz: nem muito feliz, nem muitas vezes feliz. Porque a felicidade parece em ti algo de estranho, que não pode permanecer muito tempo, já que é com a tristeza que melhor te identificas.

Os bons momentos, aprecia-los palidamente. Os maus momentos, vive-los como se não aguentasses mais o peso do mundo sobre os teus ombros. Uns ombros tão pequenos como o devem ser os de uma criança que és.

Interpretas as frustrações como amargas derrotas; os erros como falhas irremediáveis. E choras, choras tanto, que não sei se são as lágrimas que te impedem de ver: de ver que te Amo infinitamente, que a perfeição não existe, que os erros são humanamente aceitáveis, que ainda há tanto, mas tanto que não viste e viveste que…

 

Tão pequeno que és, e já te sentes tão derrotado. E eu impotente. Porque não sei como fazer para te fazer perceber que a felicidade está mesmo aí, à tua frente, pronta para que mergulhes nela.

E sabendo eu que as verdadeiras frustrações, os erros graves, as situações complicadas ainda estão por vir, sinto que tudo vai ser-te mil vezes mais difícil do que normalmente seria.

E quando recordo a primeira noite que passámos juntos em casa, e eu percebi, assustada, que tu nunca mais te irias embora, sentindo-me impotente e incompetente para tomar conta de ti, concluo que estava muito, mas muito longe de imaginar o terror que hoje sinto, por estar certa de que tomo tão bem conta de ti, mas que não consigo proteger-te das tuas sombras.

 

Sandrapep

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Calendário

Novembro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • marta

    ...e o pesadelo continua...

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

  • Anónimo

    Oh, minha querida. Nunca saberei a dimensão da tua...

  • Anónimo

    Ana, deve ser tão difícil...a experiência de morte...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde