Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

09
Ago17

Apenas um sonho ruim (Pesadelo – 16)

Publicado por Mil Razões...

Alone-BarnImages.jpg

Foto: Alone - Barn Images

 

Qual foi o seu maior pesadelo? Você se lembra?

Comigo já aconteceu de ter um pesadelo brutal, daqueles em que acordamos transpirando, com o coração acelerado. Demorou um pouco para eu me recompor. E o pior é que mesmo depois de algum tempo acordada, ouvindo o barulho do vento a soprar com violência e o despencar das folhas das árvores, eu voltei a dormir. Dormir e sonhar (afinal um pesadelo nada mais é que um sonho; mal sonhado). Voltei a sonhar com as mesmas coisas que me fizeram acordar encharcada de suor. Era uma sensação ruim, como se eu não conseguisse respirar, talvez. Acho que não conseguia enxergar, faltava-me ar e pouco via, andava tateando, tentando desviar, tropeçava, acabava no chão. Sozinha, sem conseguir enxergar. Não sei quanto tempo durou esse sonho-pesadelo. Me pareceu uma eternidade.

 

Quando acordei pela amanhã, abri os olhos e tudo estava como antes. O sol a brilhar pela janela nos primeiros raios do dia. As gaivotas a grasnar, o mundo como eu conhecia, estava em seu lugar. Que sorte a minha. Tudo não passara de um sonho ruim. Retomei os meus afazeres diários um pouco mais feliz que um dia normal, mas fiquei a pensar naqueles que não tiveram a mesma sorte. Que por um infortúnio da vida, deixaram de ver, de andar, mas ainda assim não deixaram de viver.

 

Leticia Dumas

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Calendário

Agosto 2017

D S T Q Q S S
12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    Querida Cidália, grata pelo teu tempo e pelas tuas...

  • Cidália Carvalho

    Apenas para me identificar no comentário anterior ...

  • Anónimo

    Mais um belíssimo texto, escrito com a mestria de ...

  • Sandra Pereira E Pinto

    Concordo plenamente com a frase em que diz que tod...

  • Anónimo

    Só quem vive com essas diferenças sabe dar valor e...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde