Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

11
Set12

Memória futura (Estar longe – 8)

Publicado por Mil Razões...

 

Discorrer sobre o tema “Estar longe” desagua em falar sobre o que gostamos, amamos ou amámos, tanto que até daquilo que nos fez sofrer chegamos a ter saudades.

    

[ao contrário, nunca estamos longe do que não nos interessa ou interessou, do que não gostamos. O que não nos interessa não está longe nem perto, não existe. Não tem longe, nem distância]

 

E o que é que nos faz a saudade?

Ou melhor, reformulando, o que é que nós fazemos com a saudade? É uma ausência, uma perda, uma espécie de “sugadouro” alienante ou uma espécie de referência? É uma força ou uma fraqueza? É uma raiz que nos alimenta e tonifica, nos ancora ou é um sorvedouro de energia?

Estar longe, a saudade, aguça-nos ou embota-nos o espírito.

Quando podemos, e depende da nossa vontade, voltar a “estar perto”, às vezes é bom estar longe, permite evitar o desgaste do dia-a-dia e recarregar baterias. Mas… e quando esse “regresso” não é possível? De que nos serve a memória, a saudade?

Por este prisma nós somos o corolário das nossas memórias, saudades, do que está longe – no tempo e na distância – potenciado ou diluído pela “espuma dos dias”.

A memória, a saudade do que nos marca tanto e que está longe, pode ser – naturalmente ou a partir de um maior esforço – a alavanca, o impulsionador do sonho que nos alimenta o presente e nos traz horizonte para o futuro.

Será, assim, o fermento da vontade de lutar, a força de querer a razão de ser e de realizar.

 

Jorge Saraiva (articulista convidado)

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Calendário

Setembro 2012

D S T Q Q S S
1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
30

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • marta

    ...e o pesadelo continua...

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

  • Anónimo

    Oh, minha querida. Nunca saberei a dimensão da tua...

  • Anónimo

    Ana, deve ser tão difícil...a experiência de morte...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde