Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

15
Out10

Amor de mãe (Histórias de Amor – 9)

Publicado por Mil Razões...

 

Quantas vezes dei por mim a pensar, como é possível. Será que ela tem alguma coisa em especial? Mas ela é tão pequenina, tão pequenina, tão frágil.

É possível, ela tem um jeito próprio de quem é mãe, não interessa se é primeira vez se é segunda. É certo que ela tem um dom. O dom do amor. Não tem explicação. Não tem origem. Não é algo que se vai buscar a um qualquer lado… Se calhar tem explicação, se calhar tem origem e se calhar vem de algum lado; mas o que é que isso interessa? O Amor é o mais importante. Agora que penso um pouco mais, interessa, se calhar, reter que para amar basta concerteza ter sido amado(a), ter sido feliz. Mas a questão é de onde vem esse amor. O amor vem do amor, o amor vem de mais amor, o amor multiplica e soma mais amor, o amor é algo que não sei bem, sabe-se mas ao mesmo tempo…

 

É o amor que nos conforta, nos segura, nos trata, nos cura, nos quer, nos faz sentir bem quando estamos mal, é o amor que nos faz sentir vivos. É o amor.

Quando nos ralha, quando nos portamos mal. É o amor que nos faz andar para a frente, ou para trás quando é caso disso.

O amor pode ser belo… É belo. O amor deve ser belo. O amor deveria ser belo…

Quando sentimos aquele aperto no coração, aquele palpitar mais intenso, aquela dorzinha de barriga, como se de um nó se tratasse. O amor resolve…

Mas quando tudo parece não ter solução, quando tudo parece perdido, quando a solução não está à vista, quando não há solução, então aí, então aí chamamos de mansinho e muito baixinho – mãe … mãe – e tudo parece agora diferente, mais fácil, mais leve, mais alcançável, mais verdadeiro, mais tudo. E esse tudo que é quase tudo, é o amor de mãe.

 

Coisas a fazer:

Acrescentar uma errata ao dicionário: onde se lê mãe deve-se ler Amor e onde se lê Amor deve ser lido Mãe.

 

Obrigado mãe. Obrigado pela transferência desse teu AMOR infinito.

 

Diogo Ricou

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

>Alexandra Vaz

>Ana Martins

>Cidália Carvalho

>Ermelinda Macedo

>Fernando Couto

>Jorge Saraiva

>José Azevedo

>Leticia Silva

>Maria João Enes

>Rui Duarte

>Sandra Pinto

>Sandra Sousa

>Sara Almeida

>Sara Silva

>Sónia Abrantes

>Teresa Teixeira

Calendário

Outubro 2010

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde