Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

01
Jul16

Dimensão que fica (Irreversível - 1)

Publicado por Mil Razões...

Head-GerdAltmann.jpg

Foto: Head - Gerd Altmann

 

Há dias os seus corpos também estavam cá.

Os seus corpos tornavam-nos existentes.

Os seus corpos também comunicavam connosco.

Tornaram-se inexistentes, porque o cérebro e o coração pararam.

Tornaram-se invisíveis, porque ninguém consegue recuperar e ver o corpo.

O corpo desaparece…

É muito importante ter o corpo para a despedida, mas o corpo não volta; é irreversível.

Há, no entanto, outra dimensão que não desaparece. Não é reversível, nem irreversível, porque nunca desaparece do nosso perimundo.

Envolve-nos diariamente sem grande esforço. As fotos ficam; as recordações não documentadas ficam.

Ficam connosco com muita intensidade.

Às vezes rimos e choramos sozinhos com lembranças muito reais.

Vivemos momentos imaginados, com desfechos prováveis baseados nesta dimensão que não desaparece.

Seria assim, teria este desfecho se estes momentos fossem vividos com estas pessoas cujo corpo já não está cá, dizemos nós.

Acompanham-nos como se o corpo fosse reversível e, deste modo, visível.

Na morte, só o corpo é irreversível… só as funções vitais são irreversíveis…

Há uma dimensão que fica…

 

Ermelinda Macedo

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Helena Rosa

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Maria João Enes

> Miriam Pacheco

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Julho 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Comentários recentes

  • Cão Vadio

    " Ha um cão vadio, sujo e com fome,cuida-se deste...

  • Anónimo

    sabe o que mais gosto é viver a vida com plenitud...

  • Anónimo

    Uma outra leitura, numa outra oitava, do mesmo art...

  • Anónimo

    ...estamos a ficar cegos para o amor...

  • Teresa Teixeira

    :)OS TEUS OLHOS SÃO MAIS VERDES QUANDO CHORASOs te...

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde