Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

13
Abr16

Respondo por mim e minhas escolhas (Responsabilidade – 6)

Publicado por Mil Razões...

Boot-PeterGriffin.jpg

Foto: Boot – Peter Griffin

 

“Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas.”

Antoine de Saint-Exupéry

 

Responsabilidade é uma palavra densa. Só em ouvi-la vem à cabeça um monte de pensamentos, aqueles pensamentos que estão sempre martelando; não fizeste isso, esqueceu-se daquilo, não podes deixar para amanhã. Cada vez mais no mundo moderno as obrigações dos indivíduos crescem e nos sentimos inundados com tamanha responsabilidade: social, sócioambiental, civil, parental, e continua...

No entanto muitas vezes no sentimos responsáveis por pessoas ou coisas que não somos, outras tantas vezes, nos esquivamos e encontramos desculpas para justificar as responsabilidades que deixamos de cumprir. É importante identificar quais são as nossas responsabilidades de facto, isso ajuda a não assumirmos mais do que podemos (e devemos).

 

Antes de tudo, nós, adultos, somos responsáveis por nós mesmos e pelas nossas escolhas. E ser responsável é arcar com as consequências dessas escolhas, sendo elas boas ou más. Quando crianças, nossos atos não têm grandes consequências, mas à medida que crescemos, nos tornamos inteiramente responsáveis por eles e isso certamente é a grande diferença entre ser adulto e ser criança. Quando ajudamos um parente em dificuldade financeira por ter comprado um carro que provavelmente teria dificuldades em pagar, estamos assumindo responsabilidades que não são nossas e ajudando adultos a fugir das responsabilidades que assumem. Isso não quer dizer que não podemos ser generosos ou ter compaixão com o próximo, mas devemos separar a necessidade da falta de responsabilidade. Devemos deixar que os adultos assumam e respondam pelos compromissos por eles assumidos, para podermos dar conta dos nossos.

Quando recebemos uma multa de trânsito por ter estacionado o carro em lugar proibido, geralmente encontramos mil justificativas para o nosso ato, no entanto assumimos o risco de parar em local proibido, sendo de nossa inteira responsabilidade o facto de receber uma multa. Durante a nossa vida fazemos escolhas diariamente. Algumas corriqueiras como: que roupa devo vestir; o que vou comer no almoço; qual cadeira vou sentar na sala do cinema. Outras são escolhas para uma vida; comprar ou não uma casa; ter filhos; comprar um cão. Mas independente das escolhas que façamos temos que lembrar, sempre, que foram escolhas antes de se tornarem obrigações e que à medida que optamos por alguma coisa, certamente renunciaremos a outras. Em algumas escolhas podemos voltar atrás sem grandes implicações, noutras, o voltar atrás pode trazer implicações para nós ou para quem está à nossa volta. Por isso há que pensar antes de assumir responsabilidades, pois acima de tudo, não cumpri-las é ser desonesto consigo mesmo.

 

Letícia Silva

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

>Alexandra Vaz

>Ana Martins

>Cidália Carvalho

>Ermelinda Macedo

>Fernando Couto

>Jorge Saraiva

>José Azevedo

>Leticia Silva

>Maria João Enes

>Rui Duarte

>Sandra Pinto

>Sandra Sousa

>Sara Almeida

>Sara Silva

>Sónia Abrantes

>Teresa Teixeira

Calendário

Abril 2016

D S T Q Q S S
12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde