Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

09
Out15

Tiquetaque (Tempo – 4)

Publicado por Mil Razões...

TimeOnMyHands-JuniorLibby.jpg

Foto: Time On My Hands - Junior Libby

 

Aqui estou eu a tentar controlar e gerir as 24 horas do meu dia, igual ao número de horas de qualquer pessoa.

Mas o que fazer com elas?

O que é prioridade?

Dormir, pelo menos sete ou oito horas por noite.

Fico com apenas 16 ou 17 horas para tudo o resto.

Comer, entre pequeno-almoço, lanches, almoço e jantar, pelo menos 2 horas.

Sobram 14 ou 15 horas.

Trabalhar, 8 horas num dia bom.

As restantes 6 ou 7 horas são para caminhos para o trabalho e escola, brincar com os filhos, vestir, ir à casa de banho.

Ah! Com jeito ainda consigo 1 hora diária, alguns dias por semana, para fazer exercício físico.

E tempo de não fazer nada? Tempo de ser apenas eu?

Com este panorama, resta-me aproveitar cada atividade diária para o fazer, sem ficar à espera de ter tempo. Esse, não espera, apenas passa.

Viver cada dia como se fosse o último, ou seja, da melhor forma, qualquer que ela seja.

Isto se pensarmos em dias… É melhor assim, pois se pensamos em semanas, meses e anos, reparamos que muito se fez mas muito ficou por fazer.

Vivemos no tempo certo apenas, pode ser?

 

Sónia Abrantes

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Calendário

Outubro 2015

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    estou me sentido muito mal com td isso parece que ...

  • Fernando Couto

    Como se não nos bastassem os pesadelos criados pel...

  • marta

    ...e o pesadelo continua...

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde