Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

24
Jun15

As duas faces de Janus (Dinheiro – 17)

Publicado por Mil Razões...

Janus.jpg

 

Na antiga Roma surgiu um deus chamado Janus.

Estamos a falar do deus do passado e do futuro. Das portas e portões. Das mudanças e transições, incluindo a passagem da  vida primitiva para a civilização. Da guerra e da paz. Das entradas e das saídas. Das trocas comerciais e do intercâmbio. De acordo com o mito, Janus foi o primeiro a cunhar moeda.

Este deus simbolizava frequentemente a mudança de um estado para outro, de uma visão para outra. Era invocado no início das plantações e das colheitas, dos casamentos, da morte.  Diz-se que, muito provavelmente, era o deus mais importante do panteão romano. Era aliás a ele que se devia prestar vassalagem se se pretendia chegar a outras divindades. Era Janus que permitia o acesso, ou não. Janus era a força primordial que deu forma ao universo.

Janus tinha, muito apropriadamente, duas faces, viradas em direções opostas. Era tão importante que do seu nome surgiu Janeiro, o primeiro mês do ano.

Penso muitas vezes nesta sociedade bipolar, às vezes esquizofrénica, em que vivemos. Atualmente Janus continua omnipresente. Quando crescemos, quando recebemos a correspondência, quando casamos, quando “subimos” ou “descemos” na vida. Quando as pessoas à nossa volta nos atribuem um “valor”. É ele a definir quem somos e a nossa importância no mundo. É a ele que adoramos constantemente, em quem pensamos a toda a hora. Quando se ausenta, angustiamo-nos. Sabemos, ou pelo menos estamos convencidos, que não podemos viver sem ele. É para ele que trabalhamos, é a ele que nos submetemos.

Sem Janus, o mundo seria pois uma massa amorfa e estagnada.

Hoje em dia, Janus chama-se Dinheiro.

E, curiosamente, os gregos não tinham nenhum deus que lhe fosse equivalente.

 

Laura Palmer

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Calendário

Junho 2015

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    A realidade de tantos e tantos...

  • Teresa Teixeira

    Obrigada. É só o que me apetece dizer, agora. E nã...

  • Cidália Carvalho

    Rui Duarte, não peça desculpas por entender que o ...

  • Anónimo

    Exatamente! E esse respeito passa também por serem...

  • Anónimo

    Obrigado pela sua resposta ao meu comentário Teres...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde