Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

25
Fev15

A mais bela e exigente profissão de Deus (Profissão – 5)

Publicado por Mil Razões...

MaeEBebe.jpg

 

MÃE, a palavra mais terna que envolve este nosso Universo...

Quem tem esta bênção de Deus pode dar início a vislumbrar o seu Amor, incondicionalmente servir seres extremamente dependentes sem esperar nada em troca... A entrega física, emocional e mental que o papel de mãe exige, só elas, aquelas que verdadeiramente assumem a sua profissão, podem relatar, a mais perfeita experiência que o ser humano pode abraçar.

A mais bela e exigente profissão ensina-nos a amar na totalidade e dá-nos a oportunidade de esculpir o nosso ego à luz da perfeição que se pretende que seja o objetivo da escola humana.

Para que este papel seja perfeito o ego terá que entregar a vida em prol da criação de seres com consciência, é de extrema urgência que todas as mães percebam que deram a oportunidade a outras almas de virem continuar o seu processo de aprendizagem, que têm a responsabilidade de as orientar no caminho de Deus, ajudando os seus filhos a crescerem com base nos seus ensinamentos; como sabemos eles não são nossos, mas sim obra da majestosa criação deste Universo e é à Luz de quem permitiu a sua existência no físico que devemos formá-los. Esta tarefa, se for efetuada segundo estes princípios, exige a entrega de uma carreira profissional nos moldes desta sociedade, exige a falta de noites de repouso, exige a desvalorização da nossa doença física, exige o controlo dos nossos estados emocionais, exige a total e sincera entrega, em liberdade, em paz e em total Amor.

A falta de compreensão por muitos daqueles que não valorizam a mais nobre e responsável profissão, torna o papel daquelas mulheres que pretendem dar a vida em prol da criação, um verdadeiro inferno.

É com estas palavras que vivo na esperança que todos assumam um especial respeito por todas as mães. Estas tiveram a coragem de passar pela mais enigmática experiência - emprestaram o seu corpo para que um novo ser se formasse no seu interior... Só estas mulheres podem relatar esta, sem palavras, oportunidade. Apoiem incondicionalmente estas mães, que optaram por esta valiosa veste, a concretizar o melhor possível a vontade de Deus. Não as perturbem com falsas esperanças, principalmente aquelas que por obra das circunstâncias têm uma família incompleta nos moldes da nossa cultura, ou seja, não têm um pai por perto.

Que a força de Deus seja encontrada por todas as mães.

Paz e Amor para todos nós!

 

Joana Pereira

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

> Alexandra Vaz

> Ana Bessa Martins

> Cidália Carvalho

> Ermelinda Macedo

> Fernando Couto

> Jorge Saraiva

> José Azevedo

> Leticia Silva

> Maria João Enes

> Miriam Pacheco

> Rui Duarte

> Sandra Pinto

> Sara Silva

> Sónia Abrantes

> Teresa Teixeira

Calendário

Fevereiro 2015

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D

Comentários recentes

  • Alexandra Vaz

    Obrigada eu, pela partilha. Forte abraço.

  • Anónimo

    Obrigada pelo seu contributo nesta empreitada de d...

  • Anónimo

    Uma pincelada de amarelo, pelo respeito de quem de...

  • Anónimo

    Mais um texto que mexeu comigo. Maravilhoso. Obrig...

  • Mil Razões...

    As redes sociais não são uma ajuda clínica. Quando...

Ligações

Candidatos a Articulistas

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde