Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

07
Mai14

O ontem pode ser… já! (Infância - 16)

Publicado por Mil Razões...

 

Quando me pediram para escrever sobre a Infância, pensei em falar sobre a sua importância na vida do atual adulto e em como, dizia Freud “A criança é o pai do adulto”. Depois pensei em falar nos cheiros que nos fazem viajar até ao passado, o da cozinha ao pequeno-almoço, da escola no primeiro dia de aulas… mas na verdade, o que me parece mais importante neste momento, é não sentir a infância como sendo algo do passado. O mais bonito e difícil que podemos experimentar é deixar que o adulto que hoje somos vivencie a vida como se fosse uma criança. Viver o agora, sem preocupações com aquilo que ainda nem sequer aconteceu… cantar sem ter medo de parecer um tolo… andar à chuva… rir às gargalhadas… tocar nos outros… ver tudo de outra perspetiva, com tempo, com atenção ao detalhe: a borboleta a voar, os rostos das pessoas, o céu, as estrelas, o mar, o lixo… procurar agradar aos outros, mas com o coração aberto… parece-me que, mais importante do que a infância que tivemos, visto que nem todos têm o mesmo ponto de partida, é aquilo que de bom qualquer infância pode refletir na nossa vida agora, hoje, já. Leia este texto e depois… vá ser criança!

 

Sara Almeida

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Calendário

Maio 2014

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    A realidade de tantos e tantos...

  • Teresa Teixeira

    Obrigada. É só o que me apetece dizer, agora. E nã...

  • Cidália Carvalho

    Rui Duarte, não peça desculpas por entender que o ...

  • Anónimo

    Exatamente! E esse respeito passa também por serem...

  • Anónimo

    Obrigado pela sua resposta ao meu comentário Teres...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde