Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

24
Ago10

O avô Domingos (Ser - 2)

Publicado por Mil Razões...

 

A atenção de José permanecia fixa naquela fotografia dos anos cinquenta. O olhar percorria rápido as cinco pessoas que bordejavam a foto e fixava-se no centro do grupo. Ali estavam os avós maternos rodeados pelos netos mais velhos e, ao colo do avô Domingos, a figura pequenina de José, ocupando a posição que lhe competia já que ele era o centro do mundo e o mundo era todo seu. Assim o indicavam os olhares dos que o rodeavam e o seu próprio olhar.

 

A foto de família provocava-lhe sensações fortes e intrigantes. A idade de José correspondia à idade que tinha o seu avô à data da fotografia. O pátio rodeado de plantas e recordações de infância, já não existia. Já não existia a casa e as pessoas mais velhas que a habitaram. Muito do que para si significava inocência e felicidade tinha acontecido ali onde já não moravam pessoas e já não se ouviam vozes.

 

De súbito, o pequeno pátio ganhou vida. Todos se levantaram das cadeiras de jardim à excepção do avô Domingos, que permaneceu imóvel com José ao colo. E todos se movimentaram. A avó subiu lentamente as escadas, apoiada no corrimão e passou a porta que dava acesso à cozinha. Os primos dispuseram-se em círculo, combinaram regras e fugiram quintal abaixo.

As mãos trémulas de José seguravam a fotografia com dificuldade. Fixou o olhar no avô receando que, à semelhança de todos os outros, ele fugisse também. Lentamente, o avô Domingos levantou os olhos do menino que tinha ao colo e olhou para José. Olharam-se por longos momentos de ternura. E o olhar doce e meigo foi o que ficou daquela fotografia dos anos cinquenta.

 

José Quelhas Lima

 

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Calendário

Agosto 2010

D S T Q Q S S
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    estou me sentido muito mal com td isso parece que ...

  • Fernando Couto

    Como se não nos bastassem os pesadelos criados pel...

  • marta

    ...e o pesadelo continua...

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde