Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

20
Nov12

Também temos direitos, não só deveres (Cidadania -2)

Publicado por Mil Razões...

 

Durante muito tempo me impressionei com a falta de cidadania das pessoas. Pareciam não perceber que viviam em uma cidade, em um país e tinham seus direitos, assim como seus deveres. Mesmo assim ignoravam as regras, burlavam o sistema, davam risada da lei.

Pelo menos aqui no Brasil a ideia de cidadania é bem distante. Pessoas depredam o património público como se não fossem pagar por isso depois, fazem pouco caso da corrupção na política e não se mexem para mudar os políticos, assim como se eles governassem uma cidade e as pessoas vivessem em outra.

Com o tempo percebi algumas coisas da alma humana. Muitos abandonam seus deveres e esquecem seus direitos, mas é porque já fizeram isso com sua pessoa.

Cansados de muitas coisas, muita gente se limita a viver, a cumprir o mínimo e não pensar em nada.

Aqui em Brasil o povo vive enforcado com os impostos, temos um dos piores sistemas de transporte público e as pessoas moram longe de seus trabalhos. Saem cedo, perdem horas em um trânsito maluco, ganham pouco e o Estado vive ausente, não comparece com boas escolas ou hospitais. É mesmo complicado pedir às pessoas que cheguem em casa depois de horas de trabalho e apertadas nos ônibus e saiam às ruas para reclamar da corrupção e desvio de verbas.

Mal temos tempo para nós, como então ter para um Estado distante e que nos ignora? Tantas coisas fomos obrigados a abandonar no meio do caminho, tantas coisas adiamos por preguiça ou má vontade, como então sair a protestar?
Não é que não exista cidadania, é que muitos andam exaustos, tentando calar sua alma, tranquilizar um pouco o coração e não sobra o tempo que se necessita para as mudanças.

E assim se empurra a vida, o Estado se aproveita, porque continua recebendo seus impostos e nada de reclamações, as pessoas tentam viver da melhor maneira possível, mesmo que isso seja muitas vezes uma vida difícil e lenta.

Antes de pensar na cidadania é importante pensar em quem somos, assim saberemos então que somos além de uma alma, um cidadão, que deve ter noção de seus deveres e seus direitos.

Não se vive em uma cidade à base de deveres, temos nossos direitos, apesar do Estado fazer de tudo para evitar cumprir sua parte, mas devemos exigir, porque não estão nos fazendo nenhum favor.

É tenso pensar que às vezes é tão difícil sair da cama, empurrar a alma para mais um dia e além de tudo temos que lutar pelos nossos direitos, mas o que podemos fazer? Ninguém fará isso por nós, está em nossas mãos mudar a nossa vida para melhor, parece cansativo e é, mas não temos outra saída além de lutar pelo que é nosso.

 

Iara De Dupont (articulista convidada)


Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

>Alexandra Vaz

>Ana Martins

>Cidália Carvalho

>Ermelinda Macedo

>Fernando Couto

>Jorge Saraiva

>José Azevedo

>Leticia Silva

>Maria João Enes

>Rui Duarte

>Sandra Pinto

>Sandra Sousa

>Sara Almeida

>Sara Silva

>Sónia Abrantes

>Teresa Teixeira

Calendário

Novembro 2012

D S T Q Q S S
123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde