Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

12
Out12

Do “grande” para o “apenas” (Sonhos – 4)

Publicado por Mil Razões...

 

Sonhos…

É assim que fico quando penso em sonhos… Fico a divagar, pensado o que poderia fazer e não faço… Pensado no que queria fazer e já fiz. O que sentirei depois de sonhar e tornar esses sonhos realidade…

É nesse estado que me encontro… A divagar…

Depois de tantos anos a sonhar com algo, ou “algos”, isso foi tudo alcançado. E agora?

De que me valeram esses sonhos se os consegui alcançar? Valem-me o medo de os perder, de os materializar e deixarem de ser apenas isso, sonhos.

Quando eram os grandes sonhos de uma vida, eram lindos, enormes, grandes objetivos de vida que me guiavam e davam forças para acordar todos os dias, com a felicidade de caminhar em direção a um lugar: os sonhos.

Agora depois de alcançados, depois de deixarem de estar apenas em pensamentos, deixaram de ser grandes e passaram a ser apenas sonhos alcançados.

Pior! Passaram a ser sonhos alcançados que afinal tinham mais sabor quando imaginados... A felicidade de os ter tido ainda existe, mas coexiste o receio de não saber sonhar novamente, pois todos os pensamentos estão aqui, na minha mão e já não na minha cabeça.

Utilizando um início de frase muito conhecido entre os católicos, “bem-aventurados os que” sonham e vivem a sua vida felizes apenas por sonhar.

O que fazer depois de concretizar tudo o que sempre desejei?

Sonhar, continuar a sonhar para continuar a ter a mente ativa e pronta para a mudança.

Ah! E tentar ver os sonhos concretizados como isso mesmo, como algo muito importante e grande, embora esteja “à mão de semear”.

 

Sónia Abrantes

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Vanessa Santana

Calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Teresa Teixeira

    Marta. Esse seu comentário foi tão ao fundo da rev...

  • Aldina

    "Se é forçoso estar oculto, aspira-se a que nos de...

  • marta

    Os lábios da Sabedoria estão fechados, excepto aos...

  • Samuel

    … "não me coube em herança qualquer Deus, nem pont...

  • Cidália Carvalho

    Brutalmente fantástico!

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde