Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Mil Razões...

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

O quotidiano e a nossa saúde emocional e mental.

Destaque

Amigos do Ziki - Uma ferramenta para o pré-escolar.

09
Out12

Sonho, esse mediador (Sonhos – 3)

Publicado por Mil Razões...

 

Se vivo a vida conforme a entendo, sem ligar ao que os outros pensam ou dizem? Claro que sim!

A resposta é rápida, fica bem por ser convencional, mas é mentirosa. Na verdade, dia a dia, a minha vida é maltratada. Imponho-lhe orientações concordatas com o senso comum. Ainda que a resposta verdadeira seja: Claro que não! A minha vida é condicionada por tudo e por todos, limito-me à resposta convencional e, outra que não esta, só é possível se complementada com uma explicação que convença de que não sou uma Maria-vai-com-as-outras. Levanto-lhe barreiras. Barreiras que me impedem de atravessar zonas desconhecidas, protegendo-me do medo de viver novas experiências. Crio-lhe expetativas. Expetativas que me angustiam se são defraudadas, ou exaltando-me se são superadas. E os maus tratos continuam com  medos e receios, falta de vontade ou má vontade, e tantos e muitos outros males.

 

Sonhar é dar à minha vida a qualidade que lhe vou roubando.

 

Se o que tenho não é suficiente, ou não é bom, construo em sonhos um fato à medida das minhas necessidades. Nunca nos meus sonhos me faltou a coragem para dizer o que realmente quero e penso. Nunca aí deixei de ser ambiciosa, desmesuradamente ambiciosa. Paro no ponto em que a imaginação já não alcança mais, mas, ainda assim, muito para lá do que me permito na realidade. Em sonhos, vivo em liberdade, a minha liberdade, que acolho sem condicionalismos e com carinho.

O sonho funciona como um mediador que me ajuda a viver calma e tranquilamente,  tranquilidade de quem sabe que tudo é possível nem que mais não seja, em sonhos.

 

Cidália Carvalho

Porto | PORTUGAL

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Equipa

Alexandra Vaz

Ana Martins

Cidália Carvalho

Ermelinda Macedo

Fernando Couto

Jorge Saraiva

José Azevedo

Landa Cortez

Leticia Silva

Rui Duarte

Sandra Pinto

Sandra Sousa

Sara Almeida

Sara Silva

Sónia Abrantes

Tayhta Visinho

Teresa Teixeira

Calendário

Outubro 2012

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D

Comentários recentes

  • Anónimo

    estou me sentido muito mal com td isso parece que ...

  • Fernando Couto

    Como se não nos bastassem os pesadelos criados pel...

  • marta

    ...e o pesadelo continua...

  • marta

    Uma pintura para a compaixão que este texto merece...

  • marta

    Um texto verdadeiramente Verdade...obrigada....e e...

Links

Amigos do Mil Razões...

Apoio emocional

Promoção da saúde